Onde tu estais?


Onde tu me deixastes?
Numa luta de errantes
que já tem vencedor.
Não adianta ser relutante,
pois já sinto a dor.

O que tu me falastes?
palavras perdidas,
de anagramas incertos.
O vento levou,
como poeira soprou.

O que tu me fizestes?
Realmente não sei,
já não sou mais o mesmo,
é isso que sei.

Onde tu fostes?
Deixastes-me perdido,
como um navio a deriva
vago eu nesse mar de emoções.

Arthur A. Melo.


Unknown

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

22 comentários:

  1. É uma merda perder alguém que a gente quer.

    Quem sabe um dia eu passo aqui e vejo um trabalho seu dizendo que superou a dor heeh.

    abraço!

    ResponderExcluir
  2. opa
    obrigado por passar e comentar no meu blog

    gostei dos seus textos também! muito bons
    continue escrevendo kra...

    ResponderExcluir
  3. Nossa que triste... =/ eu diria pra nao ficar assim e seguir em frente, mas falar é facil, dificil é nao sofrer

    bom, mas o poema tá lindoo!
    bejão
    http://www.rocknaveiaaa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pela visita em meu blog, e por falar em amor, acho que depois de ler seu post tenho a mesma opiniao que vc, oq o amor nao faz hein...... rsrs

    lindo seu poema......

    ResponderExcluir
  5. Eu também não sei aonde o amor vei me deixar, mas eu não posso desistir de saber, acredito um dia descobri, senão, continuarei buscando, afinal, a vida é complexa de mais ou talvez não.

    Abraços, bom poema.

    ResponderExcluir
  6. eita,muito lindo o que você escreveu,embora muito triste :~
    enfim,fica bem.
    e sim,voltei a postar :B
    beijo arthuur

    ResponderExcluir
  7. as veses é dificil conter oq se sai pelas mãos...

    http://guilg7.blogspot.com/

    vlw

    ResponderExcluir
  8. é complicado perder pessoas q gostamos.. o pior de tudo é q é sempre na parte q estamos gostando ainda mais delas...

    abçs

    ResponderExcluir
  9. é seu mesmo esse poema?! karakaa
    é tão bonito, e a linguagem é perfeita.
    Voce se expressamuito bem..

    http://lucassallazar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. cara, vc é simplismente talentoso.
    gostei do poema.
    muito bom de ler.
    seu estilo de escrever é peculiar.
    isso é ótimo!
    parabéns e suceso!

    ResponderExcluir
  11. Que lindo, cara!!
    Pensei q ia ver um blog feio e imundo por conta do titulo, geralmente titulo com nome de gente é desorganizado, mas o seu não!
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  12. Só pra varia um pouquinho mais um lindo poema falando da dor do amor.
    Um amor perdido doi muito, mas, também produz coisas lindas como esse poema.

    ResponderExcluir
  13. Que sensibilidade para escrever... Parabéns!

    ResponderExcluir
  14. mto legal mesmo o poema, gostei d ler *-*

    ResponderExcluir
  15. Li seu poema e concordo com os comentários acima, é lindo porém muito triste.

    E com certeza tudo isso está em sua alma né?

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  16. vc faz poemas muito bons^^

    www.hysteria-project.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Opa legal!!!!

    seu layout tá bem legal tmb

    ResponderExcluir
  18. Nossa, num luta errante que já tem um vencedor?
    .
    O que quis dizer com isso?

    ResponderExcluir
  19. Opa, acho que já passei por aqui em algum outro dia =P tô comentando sobre esse pq o primeiro lá de cima já comentei, tem que postar coisa nova po rsrs brincadeira

    Gostei desse poema também, vc tem talento, acredito que logo logo vc vai ter leitores fiéis ;D esse daqui é triste T_T, sem dúvida esse poema foi pra alguém em especial rsrs

    ResponderExcluir
  20. 92... vc nem é maior, certo?
    Com sua idade comecei a escrever poesia, nessa época não tinha (eu não tinha) NET. Vc tem uma grande sorte, de poder se divulgar. Isso aí, estude sempre e mantenha o ritmo.

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir